conecte-se conosco

Manifestação

Família protesta após abordagem e morte de jovem no Educandos

Publicado

em

Manaus – A família do jovem Luiz Henrique, 21 anos, morto após uma abordagem policial nas proximidades da feira da Panair, no bairro Educandos, zona Sul de Manaus, se reuniu em ato de manifesto para pedir justiça à morte do rapaz que ocorreu após uma abordagem policial.

A família do jovem alega que o mesmo foi obrigado a pular no Rio Negro, mesmo falando aos policiais militares que não sabia nadar.
Amigos e parentes se reuniram para fechar a avenida da Orla do Amarelinho e cobrar das autoridades a elucidação sobre a morte de Luiz Henrique.

Relembre o caso

O jovem Luís Roberto, de 21 anos, estava sendo procurado após ele ter se jogado dentro do rio. A família disse que o jovem se jogou porque estava sendo perseguido pela polícia e que ele não sabia nadar.

O incidente teria ocorrido durante uma perseguição policial de suspeitos em fuga. Ainda segundo a familia, Henrique não tem envolvimento com o crime.

Ele estaria na companhia de amigos quando voltava de um jogo de futebol. Os jovens teriam sido abordados pela polícia até o local onde Henrique se jogou na água. Ainda segundo a família, os policiais teriam atirado no jovem após ele se jogar no rio.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas